SEXO NA MENSTRUAÇÃO: DÁ OU DESCE?




Que fazer sexo é bom todos já sabem, mas como devemos proceder quando a mulher está “naqueles dias”? Há riscos ou contraindicações em transar nesse período?

Para a ginecologista, Graziela Caproni, o principal cuidado, sem dúvida alguma, é o de usar preservativo, pois o fluxo menstrual acaba sendo um bom veículo para transmissão de infecções sexualmente transmissível (ISTs). “Também é importante que haja desejo e consentimento de ambas as partes”, destacou.

Algumas mulheres gostam de ter relação nos dias de menstruação, pois dizem ficarem mais sensíveis potencializando assim o prazer. Isso acontece, pois aumenta a irrigação de sangue na região. Com isso, a mulher tem mais facilidade para se lubrificar e mais sensibilidade para atingir o orgasmo.

Outro benefício desse período é aumentar a cumplicidade entre o casal, proporcionado pela quebra de um tabu. “Além disso, o orgasmo nos faz liberar o ocitocina e endorfinas, substâncias associadas ao bem-estar, que ajudam a reduzir dores e desconfortos ocasionados pelas cólicas e estresse, muito comuns nesse período. E por último, menores chances de gravidez”, pontuou.

GRAVIDEZ

Engana-se quem pensa que o risco de engravidar nesse período é zero. Segundo Graziela, este risco é muito raro, pois no período menstrual, a camada que reveste o útero, chamada de endométrio está muito fina e não consegue receber o óvulo fecundado. “Porém, (e sempre existe um, ‘porém’), se a mulher tem um ciclo muito curto pode acontecer dela ovular em até cinco dias após o final da menstruação e como espermatozoide dura até 72 horas dentro da mulher, isso pode acabar ocasionando sim em uma gravidez. Por isso, a recomendação é de sempre usar preservativo”, esclareceu.

DEIXE O SEXO MAIS CONFORTÁVEL

Há como deixar o sexo mais confortável nesse período. O primeiro passo – como já citado – é que haja consentimento de ambos. Em seguida, confira algumas dicas sugeridas pela ginecologista para que vocês possam aproveitar bem também esse período:

1- Higiene para evitar odores desagradáveis;
2- Escolher os dias em que o fluxo é menor, pode ser uma saída;
3- Forrar a parte da cama em contato com o quadril com uma toalha ou lençol extra e deixar outras duas por perto. Assim, evitar sujar o lençol e permite que, ao final da transa, cada um pegue uma toalha e se cobra até chegar ao banheiro sem sujar o caminho;
4- Transar no chuveiro ajuda a dispensar possíveis odores e leva as secreções embora, de forma quase automática;
5- Optar por posições em que a mulher menstruada permaneça deitada, já que por cima a tendência será escorrer mais ainda o sangue em caso de fluxo mais intenso,
6- Substituir o sexo oral por outras preliminares para os que não desejam arriscar;
7- Proteja-se com camisinha;

A ginecologista ressalta que o sangue não é sujo. Trata-se de uma secreção como a saliva, a lubrificação vaginal e ejaculação. O sangue em contato com as bactérias e, principalmente, o acúmulo desse sangue é o que resulta em odores intensos e desagradáveis. “Uma boa higiene é a chave”, disse.

“Estar aberta (o) para uma nova experiência é o primeiro passo para o sexo ser mais confortável. Isso não significa que quebrar um tabu seja simples. A aceitação, mesmo que as coisas não saiam como planejado, é também uma saída para uma noite com mais humor e menos pressão”, concluiu.

BÔNUS SUPER DICA

Para ajudar a inibir os dores causados pela menstruação, a SUPER DICA de hoje é a linha de desodorantes Soft Wave. O SOFT WAVE é um desodorante em aerossol especialmente formulado para o corpo feminino. Proporciona sensação de frescor e hidrata a pele. Suaviza odores e deixa uma fragrância discreta.

Pode ser usado no corpo todo e borrifado na calcinha. O SOFT WAVE está disponível nos aromas: Black Ice, Uva Verde, Flor de Algodão e Morango com Champ.