Olá! Deseja mais informações sobre nossos produtos?



O SEXO EM TEMPO DE PANDEMIA DO CORONAVÍRUS




Literatura erótica e banhos a dois são algumas das sugestões para manter o desejo sexual em tempo de ansiedade. A sexóloga Vânia Beliz (natural de Portugal) diz que é normal haver menos desejo sexual.

A ansiedade causada pela pandemia vai ter impacto na vida sexual dos portugueses e ela acredita ainda que pode haver um decréscimo no desejo. "É uma situação muito complicada, vivemos momentos de medo, ansiedade, e acredito que a maior parte das pessoas se iniba de ter relações sexuais. Pode haver um afastamento", explica a sexóloga.

A sexóloga deixa alguns conselhos para melhorar a vida sexual em tempos conturbados. Porque, como defende, esta pode ser uma boa oportunidade para fortalecer a relação a dois e até trazer benefícios para a intimidade. Mesmo sem sexo. "Tomar um banho juntos, fazer as refeições a dois, estarem próximos fisicamente e ouvirem-se mais. Este é um momento de desafios e de maior paciência."

Outro conselho é desligar a televisão e ler literatura erótica "para combater a falta de desejo". Ou então, ver "um filme mais estimulante, algo que promova a união." Massagens, por exemplo, é outra forma de tentar lidar com toda esta ansiedade.


Riscos de contrair a doença?

"Se as pessoas forem saudáveis, devem manter os mesmos cuidados sempre que sair para evitar o contágio, seguir os cuidados que a OMS já informou. Mas se falarmos de casais que vivem juntos, sem sintomas ou doença, não é a relação sexual que vai potenciar a transmissão", explica Vânia Beliz. A única coisa que deve mesmo esquecer – pelo menos por agora – são saídas com desconhecidos. Encontros no Tinder? Só virtuais. "Agora é esperar, não convém essa prática. O momento exige cuidados redobrados quando nos relacionamos sexualmente, com várias pessoas, por esta e por outras doenças."

Mas para quem está sozinha, a sexóloga relembra que há muitas opções no que se diz respeito à cosméticos e de brinquedos sexuais que oferecem ótimas opções. Se você não experimentou, este seria o momento perfeito para iniciar o autoconhecimento e quebrar todos os tabus, isso tudo, online.


Vânia Beliz deixa ainda cinco dicas:

1 - Comunicarem e falarem das suas emoções e sentimentos. Tudo o que possa promover a intimidade, a conversar sobre emoções e fomentar a aproximação.

2 -Se não houver desejo ou excitação não se culpe. É normal que as dificuldades no campo sexual existam com todo esse momento.

3 - Os casais que estejam com filhos em casa devem criar um espaço para si. Continuar com rotinas, deitar as crianças na cama não muito tarde, para o casal usufruir da companhia um do outro. Vejam um filme juntos, tomem banho juntos antes de ir para a cama, evitem dormir com os filhos.

4 - Não andar de pijama todo o dia. Manter o autocuidado. Tomar banho e vestir uma roupa como se fossem sair. Tente ser criativos. Se não pode ir à esteticista, há sempre a gilete ou a máquina de depilação. Se não o fizerem, isso pode deixar a autoestima baixa, dificultando o desejo por si e pelo parceiro (a).

5 - Ler livros e filmes eróticos e brincar com jogos a dois pode ser práticas estimulante para casais mais novos também, ajuda no conhecimento a dois.

Fonte:https://www.sabado.pt/vida/detalhe/como-fica-o-sexo-em-tempo-de-pandemia-do-coronavirus


BONÛS SUPER DICA

A super dica de hoje é: utilize nossos óleos para massagem Gueixas e Kama Sutra em seu parceiro ou parceira, fazendo uma deliciosa e sensual massagem relaxante. Nesta quarentena aproveite para conhecer melhor cada parte do corpo do seu parceiro (a).

Gueixas e Kama Sutra possuem aromas exóticos e perfumados que te levarão para uma viagem de sensações, principalmente se usar seu corpo para fazer a massagem! Surpreenda-se e surpreenda com o poder do toque na pele.

Gueixas e Kama Sutra são em aerossol, garantindo uma aplicação mais fácil do óleo e melhor difusão do perfume no ambiente. Só a Soft Love pode te dar todo esse prazer.